Arquivo da categoria: Comorbidades

TDAH e Memória Prospectiva

Memória prospectiva é a memória do que ainda vai acontecercompromissos agendados para o futuro, como consultas médicas, compromissos sociais, reuniões de trabalho, etc.

TDAH e Memória ProspectivaPessoas com TDAH têm problemas com a memória prospectiva e sem um lembrete do que precisam fazer, na maioria das vezes, elas simplesmente esquecem.

Quem convive com pessoas com TDAH, pode achar difícil de compreender isso, especialmente porque em alguns aspectos, as pessoas com TDAH podem ter uma habilidade incrível para lembrar fatos aleatórios.

Continuar a lerTDAH e Memória Prospectiva

TDAH no Adulto – Estudos Recentes

NO ADULTO – O QUE DIZEM OS ESTUDOS RECENTES

Apesar do TDAH ter sido descrito pela primeira vez há mais de um século, estudos científicos ganharam força a partir dos anos de 1960, a exemplo de todas as questões médicas relativas ao funcionamento cerebral.

Sabe-se que no princípio, o TDAH era atribuído a uma disfunção da infância, portanto, ao longo dos anos as pesquisas científicas se debruçavam sobre esta população. Porém, nos últimos anos uma grande quantidade de estudos sobre TDAH têm sido focados na população adulta.

Este artigo resume os principais achados científicos sobre o TDAH no adulto (preferencialmente não diagnosticado e ou não tratado), em pesquisas e estudos recentes feitos no mundo todo.

ESTATÍSTICAS

Sabe-se que cerca de 2/3 das crianças com TDAH, seguem com os sintomas do transtorno na vida adulta. Nesta população, a taxa de agregação familiar (pais e/ou filhos que também têm o transtorno) é maior do que naqueles que entram em remissão.

TDAH Estatísticas

Estudos apontam que 4,4% dos adultos, em todo o mundo, têm TDAH com quadro completo de sintomas.

Na questão de gênero, ao contrário dos relatos clínicos do TDAH em crianças, a relação de homens / mulheres com TDAH é de 1:1.

Continuar a lerTDAH no Adulto – Estudos Recentes

Burnout! Esgotamento mental não é frescura

Burnout

Em inglês, o termo Burnout é definido como aquilo que deixou de funcionar por absoluta falta de energia.
Entenda porque a OMS (Organização Mundial de Saúde) colocou o Burnout como uma das principais doenças dos europeus e norte-americanos, ao lado do diabetes e das doenças cardiovasculares.
As consequências mais imediatas são falta de atenção, dificuldade de memória, perda de concentração, pensamento mais lento, desânimo, alterações no sono e, é claro, cansaço – excessivo e crônico.
Entenda mais sobre o Burnout neste artigo do site “Revista Pazes”.

Continuar a lerBurnout! Esgotamento mental não é frescura

TDAH em adulto: um transtorno camuflado

Nossa experiência como psicoterapeuta tem nos mostrado que a maioria dos adultos com características de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) buscam ajuda na psicoterapia por intermédio de comorbidades como: Transtornos de Ansiedade (Fobia Social, Transtorno Obsessivo-compulsivo, Pânico, Depressão), Distimia, Transtorno Bipolar (transtorno de humor depressão e/ou euforia), alcoolismo, dependência química, compulsões e outros quadros.

tdah-cerebroO TDAH em adultos tem sido visto como uma doença camuflada, devido ao fato de os sintomas serem mascarados, ocorrendo problemas de relacionamento afetivo e interpessoal, falta de organização, problemas de humor, abuso de substâncias, ou seja, problemas caracterizados por comorbidades (presença simultânea de dois ou mais transtornos num mesmo período de tempo).

Continuar a lerTDAH em adulto: um transtorno camuflado