Arquivo da categoria: TDAH em Crianças

TDAH e Memória Prospectiva

Memória prospectiva é a memória do que ainda vai acontecercompromissos agendados para o futuro, como consultas médicas, compromissos sociais, reuniões de trabalho, etc.

TDAH e Memória ProspectivaPessoas com TDAH têm problemas com a memória prospectiva e sem um lembrete do que precisam fazer, na maioria das vezes, elas simplesmente esquecem.

Quem convive com pessoas com TDAH, pode achar difícil de compreender isso, especialmente porque em alguns aspectos, as pessoas com TDAH podem ter uma habilidade incrível para lembrar fatos aleatórios.

Continuar a lerTDAH e Memória Prospectiva

TDAH e Funções Executivas | Onde tudo começa

O déficit de atenção é visto como um déficit na modulação da atenção – como se sabe, pessoas com TDAH – distração e desatenção conseguem prestar atenção, muitas vezes de extrema intensidade, chegando a um hiperfoco. Entretanto, enfrentam problemas com controle voluntário e auto-direcionado do foco. Já a hiperatividade representa um déficit em inibição motora, assim como a impulsividade está relacionada a uma inibição pobre dos impulsos.

O centro de Comando e Controle do Cérebro

Todos nós precisamos de um conjunto de competências para dar conta da nossa vida, das responsabilidades e compromissos e fazer uso dos recursos disponíveis. Alguns bons exemplos são organização, gerenciamento do tempo, controle das emoções e da impulsividade, estabelecimento de objetivos, planejamento, etc.

TDAH Funções Executivas

Estas competências são conhecidas como Funções Executivas, por estarem diretamente ligadas à gestão dos recursos pessoais e à sua utilização tendo em vista alcançar algum objetivo. É possível entender melhor estas funções comparando-as a um administrador ou gerente de um sistema complexo – no caso, nós mesmos. Estas funções tornam possível lidar com tarefas e resolver problemas como preparar uma palestra, planejar uma viagem ou consertar um brinquedo, por exemplo.

Continuar a lerTDAH e Funções Executivas | Onde tudo começa

Empresa cria jogo eletrônico para ajudar no tratamento de crianças com TDAH

por Katherine Ellison*
The New York Times

Game pode melhorar atenção de crianças
Game pode melhorar atenção de crianças

Comande um personagem que surfa por um rio congelante ao virar o tablet de um lado para o outro. Toque na tela para agarrar os pássaros azuis –mas não encoste nos vermelhos–, sempre que eles aparecerem. Aproxime-se dos pontos de recarga de energia, mas tome cuidado para não tocar nas margens do rio.

Esses são os desafios do Project: EVO, um programa de computador criado para melhorar a atenção e reduzir os impulsos de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, o TDAH. Seus criadores planejam realizar um ensaio clínico de grandes proporções no início do ano que vem para testar o produto. Depois disso, tentarão conseguir a aprovação do FDA (órgão do governo dos Estados Unidos que tem como função controlar alimentos e medicamentos) para que os médicos prescrevam o jogo para o tratamento do TDAH como se fosse um remédio.

Continuar a lerEmpresa cria jogo eletrônico para ajudar no tratamento de crianças com TDAH

A auto-estima das pessoas com TDAH

Escrito por ABDA

O TDAH é reconhecido como o transtorno que mais afeta, negativamente, a auto-estima de seus portadores. Crianças e adultos com TDAH são particularmente mais vulneráveis a baixa auto-estima do que as outras pessoas.

tdah_criancaIsto se deve em parte porque, ao contrário de alguns distúrbios, pessoas com tdah não conseguem esconder que têm o transtorno. No colégio, no trabalho, no parque, e nas ocasiões de convivência em geral, a impulsividade do tdah o denuncia rapidamente, e seu comportamento é imediatamente reconhecido como ‘inconveniente’, expondo-o a uma situação de embaraço. Por outro lado, as respostas vindas do meio externo (família, colegas de classe ou trabalho, professores, chefes, etc.), frequentemente são de critica, repressão, descrédito ou chacota.

Continuar a lerA auto-estima das pessoas com TDAH

Estudo relaciona asma e alergias ao TDAH

Pesquisadores descobriram que meninos diagnosticados com déficit de atenção são mais propensos a ter histórico de asma ou alergias do que aqueles que não têm o transtorno

Asma: Pesquisa sugere que o problema pode ser um fator de risco para o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade
Asma: Pesquisa sugere que o problema pode ser um fator de risco para o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

Crianças que têm histórico de asma ou de algum tipo de alergia podem ter um risco maior de apresentar o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) do que aquelas que nunca sofreram com esses problemas. É o que sugere uma pesquisa publicada neste mês no periódico Annals of Allergy, Asthma and Immunology.

Continuar a lerEstudo relaciona asma e alergias ao TDAH